HortoNews

Notícias/Notícias

Enfrentamento à violência infantil é tema de palestra em Hortolândia

Evento será às 13h no Centro de Formação “Paulo Freire”, no Remanso Campineiro

Enfrentamento à violência infantil é tema de palestra em Hortolândia
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Dentro da programação da campanha “Maio Laranja”, a Prefeitura de Hortolândia promove, nesta segunda-feira (16/05), às 13h, palestra sobre “Enfrentamento à Violência Infantil e Abuso Sexual”. O evento da Secretaria de Inclusão e Desenvolvimento Social será no auditório do CFPF (Centro de Formação dos Profissionais em Educação) “Paulo Freire”, localizado na Rua Euclides Pires de Assis, 205, no Remanso Campineiro. A palestra é aberta ao público e integra o calendário de aniversário de 31 anos de aniversário da cidade.

O tema será abordado pela assistente social do Tribunal de Justiça e professora de graduação da PUC Campinas (Pontifícia Universidade Católica), Fabiana Aparecida de Carvalho, do Instituto Apprimore (Instituto de Aprimoramento Profissional). Ela é pós doutoranda em Serviço Social pela PUC/SP, doutora pela mesma instituição e mestre em Educação pela Unesp/Rio Claro (Universidade Estadual Paulista).

Esta é mais uma ação da campanha “Maio Laranja”, promovida pela Prefeitura, neste mês de sensibilização para a prevenção e o combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes. Nesta sexta-feira (13/05), o prefeito José Nazareno Zezé Gomes esteve no CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) Jd. Primavera, para acompanhar uma das ações da campanha. Ao longo do mês estão previstas outras ações de sensibilização e orientação da comunidade acerca do tema.
Em todo o Brasil, 18 de maio é considerado o Dia Nacional de Combate à Violência e à Exploração Sexual Infantil. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social, a data foi instituída pelo projeto de lei 9970/2000. “A escolha se deve ao assassinato de Araceli, uma menina de oito anos que foi drogada, estuprada e morta por jovens de classe média alta, no dia 18 de maio de 1973, em Vitória (ES). Esse crime, apesar de sua natureza hedionda, até hoje permanece impune”. Outras informações sobre o Maio Laranja estão disponíveis neste link: 18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!