HortoNews

Notícias/Notícias

Mau cheiro apavora Hortolandenses

Vizinhos da Estação de Tratamento de Esgoto sofrem com o odor há anos

Mau cheiro apavora Hortolandenses
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Moradores dos bairros Jardim Mônaco, Jardim Jatobá, Jardim das Colinas e Vila Real estão reclamando sobre o frequente cheiro de esgoto sentido na região devido a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) da Sabesp, que fica próximo aos bairros.

A ETE foi inaugurada em agosto de 2009, localizada no bairro Vila Real, próximo ao centro de Hortolândia, para tratar 20% do esgoto da cidade. Desde então, o cheiro deixado pela estação na região tem incomodado os moradores dos bairros vizinhos.

Segundo Daniel Celis, síndico do Residencial Jardim Jatobá, desde 2018 os moradores do condomínio onde reside procuram uma solução. Daniel conta que o cheiro de fezes era constante e forte, devido à proximidade do condomínio com a estação. Além de incomodar os moradores, o cheiro acaba provocando dores de cabeça em quem mora na região. “É péssimo, você não consegue chamar uma visita em casa, não dá para deixar a porta da casa aberta, na área de lazer o cheiro é insuportável” completou.

Em 2019, os moradores da região fizeram um protesto na prefeitura de Hortolândia para resolver a situação, de acordo com Celis, o problema melhorou “O que era todos os dias passou a ser uma ou duas vezes na semana”.

Altair Romanin, síndico do Condomínio Jardim Mônaco, enfrenta o mesmo problema, ele conta que o odor varia do dia e horário “O mau cheiro não ocorre todos os dias e também depende muito do vento” completou. Assim como Daniel, ele também tem dores de cabeça por sentir o cheiro por muito tempo.

Romanin explicou que já esteve em reunião com o prefeito após os protestos ocorridos em 2019, e que foi aberto um processo junto a Cetesb contra a Sabesp para que a empresa tome providências e não deixe o cheiro acontecer. Segundo Daniel, nesse processo consta que toda a vez que cheirasse, empresa deveria pagar uma multa, mas ele teme que isso não aconteça.

Apesar disso, nem sempre que a Cetesb consegue ir ao local tem o cheiro, o que atrapalha muito na fiscalização.

A reportagem entrou em contato com a prefeitura que respondeu por meio de nota “que o tratamento de esgoto é realizado pela Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo - SABESP, e informações inerentes ao tema devem ser obtidas junto à mesma”.

Também entramos em contato com a Sabesp e Cetesb, que não responderam até o fechamento desta reportagem.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!