HortoNews

Notícias/Saúde

Vacinação contra Influenza e Sarampo termina nesta sexta-feira (24/06)

Imunização pode ser feita nas UBSs de Hortolândia

Vacinação contra Influenza e Sarampo termina nesta sexta-feira (24/06)
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O inverno começa nesta terça-feira (21/06). Com a chegada da estação mais fria do ano, é importante imunizar-se, em especial crianças, idosos, gestantes e pessoas com comorbidades, contra a Influenza, uma das doenças respiratórias que mais acometem as pessoas nesta época. Por isso, a Prefeitura de Hortolândia reforça que a campanha de vacinação contra a gripe termina nesta sexta-feira (24/06). A vacinação é feita das 8h às 15h30 nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive naquelas que realizam a vacinação contra a COVID-19. Até o momento, o município já imunizou mais de 41.000 pessoas contra a Influenza (vide a cobertura vacinal abaixo). A meta é vacinar 90% das pessoas dos públicos-alvos. A recomendação da Secretaria de Saúde é que a população deve tomar a vacina contra a Influenza uma vez por ano. A Secretaria de Saúde ainda salienta que a cobertura vacinal na campanha deste ano está baixa em todos os públicos-alvos.

A Prefeitura de Hortolândia reforça a orientação para os moradores que é obrigatório o uso de máscara, inclusive de pessoas acompanhantes, dentro das unidades de saúde durante as vacinações.

A vacinação contra Influenza continua para os públicos-alvos já definidos pela campanha: caminhoneiros; trabalhadores do transporte coletivo; forças de segurança, de salvamento e armadas; funcionários do sistema prisional; pessoas privadas de liberdade; profissionais das redes pública e particular de Educação; pessoas com comorbidades e deficiência a partir de 5 anos; crianças de seis meses a menos de 5 anos; gestantes; puérperas; idosos de 60 anos ou mais e profissionais das redes pública e particular de Saúde.

Pessoas com comorbidades devem apresentar atestado, relatório médico ou receituário para comprovar que têm as referidas doenças (confira no anexo abaixo a lista das comorbidades abrangidas pela campanha). Já pessoas com deficiência também devem apresentar algum atestado que comprove a deficiência, com exceção dos deficientes físicos.

Gestantes devem levar a carteira de pré-natal. Puérperas devem apresentar relatório de alta ou Certidão de Nascimento do bebê. Podem receber a vacina puérperas com até 45 dias após o parto. Profissionais de Educação e de Saúde devem apresentar documento que comprove sua atuação nas áreas.

Cobertura Vacinal contra a Influenza

GRUPO

DOSES APLICADAS

%

Caminhoneiros

136

Trabalhadores do transporte coletivo

384

Trabalhadores portuários

3

Forças Armadas

10

Forças de segurança e salvamento

124

Funcionários do sistema prisional

368

População privada de liberdade

5.596

91%

Profissionais de Educação

1.232

58%

Pessoas com comorbidades

5.470

35%

Pessoas com deficiência

45

0,7%

Crianças

5.637

38%

Gestantes

891

41%

Puérperas

158

45%

Idosos

17.700

63%

Profissionais de saúde

3.381

49%

Outros grupos sem comorbidade (vacinação feita somente em clínicas particulares)

572

 

Total

41.707

53%

*Obs.: A cobertura vacinal é calculada com base nos dados de 2021 das populações estimadas dos públicos-alvos

 

Sarampo

As famílias e os responsáveis também devem levar suas crianças para serem imunizadas contra o Sarampo. A campanha de vacinação contra a doença também termina nesta sexta-feira (24/06). A imunização é para crianças de seis meses a menos de 5 anos de idade e profissionais das redes pública e particular de Saúde. A vacinação também é feita das 8h às 15h30 nas UBSs, inclusive naquelas que fazem a vacinação contra a COVID-19. Até o momento, Hortolândia já imunizou mais de 6.000 crianças contra o Sarampo (vide a cobertura vacinal abaixo). A meta é imunizar 95% dos dois públicos-alvos.

A Secretaria de Saúde também salienta que a cobertura vacinal das crianças na campanha está baixa. É importante que famílias e responsáveis se conscientizem que o Sarampo é uma doença grave, cujas complicações podem deixar sequelas para o resto da vida e até mesmo levar a óbito, principalmente crianças de seis meses a cinco anos. Por isso, é importante elas serem imunizadas.

A Secretaria de Saúde orienta para que as famílias verifiquem a carteirinha de vacinação de suas crianças. Caso elas tenham recebido a última dose da vacina contra o Sarampo há 30 dias ou mais, elas poderão ser vacinadas na campanha. Já os trabalhadores da saúde que não tiverem comprovação da vacinação contra o Sarampo deverão receber 2 doses durante a campanha, com intervalo de 30 dias entre a 1ª e 2ª dose.

Cobertura Vacinal contra o Sarampo

6 meses a 1 ano

879

 

1 ano

1.219

 

2 anos

1.449

 

3 anos

1.568

 

4 anos

1.670

 

Total

6.785

48%

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!